Copyright ©2018-2020, Fronteira Sports. Todos os direitos reservados.

SEJA UM PARCEIRO

    Faça parte da familia Fronteira Sports, como um de nossos atletas ou trazendo sua equipe de Futebol Americano Fullpads ou Flag (Masculino e Feminino), Entre em contato.

ATLETAS FRONTEIRA SPORTS

Tenho 28 anos. Comecei a jogar futebol americano no ano de 2013, no extinto Mamutes no campeonato de areia. Comecei como NT e no ano seguinte joguei de DE. No ano de 2015, recebi um convite para fazer o tryout do Coach Otavio Roichman para fazer parte do elenco do Flamengo FA. Como tinha grande porte, fui logo direcionado para aprender a jogar de OL. Sem saber nada sobre a posição e o jogo, me dediquei ao máximo. No ano seguinte, fui convocado para participar do camp da seleção brasileira como um dos melhores atletas do sudeste e fiz parte da melhor linha ofensiva do campeonato brasileiro de 2016. Em 2017, fui convocado para seleção brasileira de futebol americano no amistoso contra a seleção da Argentina. Atualmente tenho 5 anos de futebol americano de grama, sendo nesses 5 anos vestindo o manto sagrado

Comecei jogando com Running Back da equipe do Corinthians steamrollers em 2015. Fiz alguns jogos pela equipe e disputei 2 campeonatos na época. Em em Agosto de 2017 tive que passar por uma cirurgia no joelho. Na minha reabilitação fui assistir um treino do Locomotives e recebi um convinde do Presidente do Palmeiras Locomotives Renato Fiore para jogar no Palmeiras assim que estive recuperado. Dia 16 de janeiro de 2018 fiz meu primeiro treino no Palmeiras Locomotives. No mesmo ano disputei a SPFL e a LNFA pelo locomotives. Hoje eu atuo como Safety na esquipe!

4.png

Sou Rafael Deboni, entrei para o mundo do FA há 2 anos. Comecei no flag, jogando como Runningback para conhecer melhor o esporte e seus conceitos e dinâmica. Então passei na seletiva do Corinthians Steamrollers o qual fiquei pouco meses, pois recebi um convite do time de coração, para me juntar ao Palmeiras Locomotives o qual passei a maior parte da minha trajetória, inclusive foi o lugar que descobri a minha posição atual, Defensive Lineman, atuando mais como Defensive End. Participei de campeonatos como Super 8, conseguindo alcançar as semi-finais da competição (melhor marca do Palmeiras na temporada 2017 e 2018) e a SPFL 2018, infelizmente o time não foi bem. Procurei novos ares e entrei no Mooca Destroyers, ainda não estreei como jogador mas eu encontrei a famiglia nesse time, encontrei um propósito e um incentivo maior me juntando a Mooca e a sua família, sendo muito bem recebido e reencontrando o responsável por ter me influenciado a entrar no FA, o presidente Gibi. Hoje, eu me sinto acolhido pelo time e por mais que não tenha jogado ainda com o manto grená, eu estou em dívida eterna de gratidão e amor pelo time e aos irmãos de trincheira, pois me abriu diversas portas.

Tive o primeiro contato com o esporte em 2004, aonde um amigo me mostrou o jogo Madden, foi amor à primeira vista, no mesmo dia escolhi um time o Seahawks, que desde então acompanho todos os jogos. Em 2005 pude acompanha a primeira campanha de playoffs da história do meu time, que infelizmente fomos derrotados pelos Steelers. Inspirado pelas corridas do meu jogador favorito, o RB Shaun Alexander, sempre tive uma preferência pela posição, e por sempre gostar de correr, a posição combinou perfeitamente. Em 2012 tive a oportunidade de estrear no esporte na posição de Running Back, pelo time de Bishop Gorman aonde conquistei meu primeiro título, o Nevada Bowl. Sai do time no mesmo ano, mas com vontade de continuar no esporte, porém só retornei ao esporte em 2016 pela modalidade de flag no time Abutres FA aonde permaneço até hoje. Sempre mantive os treinos de fullpad esperando meu retorno aos campos. No final de 2018 acertei o meu retorno aos campos pelo time do Palmeiras Locomotives.

1.png
2.png

Pratico futebol americano há 2 anos. É um sonho de garoto praticar esse esporte que só acompanhava pela TV nos filmes. 
Quando a oportunidade apareceu eu abracei com todas as forças. 

Fiz a seletiva no Mooca Destroyers e comecei a jogar como Tight End. Sem muito aproveitamento, surgiu uma vaga na DL como Defensive End e ganhei mais espaço. 

Fui eleito em 2017 rookie MVP pelo Mooca Destroyers e em 2018 fui selecionado para o Jogo das Estrelas da SPFL e tornei Capitão da DL do Mooca Destroyers.

Meu estilo de jogo é inteligente sempre fazendo a leitura da jogada e escolhendo a melhor técnica de realizar o serviço. Procuro sempre motivar e ajudar os meus companheiros a elevarem seu nível de jogo buscando sempre superar os obstáculos e evoluir.